Início/Contato

Sobre

Esse é o blog da Sense.

Nossa empresa quer interagir mais com você: cliente, fornecedor, representante, aluno, universidade, parceiro! Enfim todos os nossos stakeholders, que conhecem e querem estar a par do nosso mundo.

Para os que chegaram agora: essa é uma empresa de Automação Industrial, 100% nacional atuante nos segmentos de Automação de Manufatura e de Processo.

Estamos completando 40 anos de mercado, nossa fábrica se localiza em Santa Rita do Sapucaí - Minas Gerais, o escritório comercial está em São Paulo, e filiais em Campinas, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Temos representantes nas principais capitais, e trabalhamos com revendedoras especializadas em regiões estratégicas do país. Também exportamos para muitos países.

Em nosso blog você vai encontrar um pouco de tudo: cases de vendas, produtos, um pouco sobre o nosso mercado e negócios.

Esperamos a participação de todos: afinal é assim que se conversa!

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Soluções Ex em Plantas Químicas

Instalações elétricas em áreas classificadas na indústria é sempre um ponto importante em um projeto, uma vez que existem diferentes tecnologias a serem aplicadas e normas para seguir.

Com mais de 20 anos atuando em redes de controle e áreas classificadas, a Sense se tornou uma referência neste tipo de aplicação, fornecendo produtos, soluções e serviços para facilitar a instalação, operação e manutenção do sistema de controle.

Este artigo mostra uma solução para redes de controle a ser instalada em áreas classificadas em uma planta química, relatando suas vantagens e recomendações.

O processo industrial consiste em uma série de tanques com pressurização, aquecimento e resfriamento e, agitação de combinações de fluídos que são necessários para a fabricação do produto químico desejado.

Fig. 1 – Esquemático de tanque de processo
A figura 1, mostra um dos tanques de processo esquemático, sua quantidade e o tipo de instrumentação necessária para sua operação.

Os tanques são agrupados em três pares para cada área da planta industrial e, consequentemente, produto químico a ser produzido. No total, são quatro áreas distintas, com três pares de tanque em cada uma e, todas com configurações similares.

Desta forma, devido à localização física dos tanques e concentração de sua instrumentação em cada um, foi indicada a utilização de módulos de entrada e saída remotos para a aquisição dos sinais de comando e monitoração do sistema.

Foi escolhido o DeviceNet como rede de controle, por conta da sua simplicidade e facilidade de configuração. Com isso, pode-se simplificar a instalação e cabeamento tanto dos sinais digitais e analógicos (4-20mA) da instrumentação utilizada, uma vez que, para cada grupo de 3 pares de tanques, teríamos uma concentração de módulos, ou remotas digitais e analógicas, instaladas diretamente no campo e perto, fisicamente, da instrumentação.
Fig. 2 – Arquitetura da rede de controle e monitoração



A figura 2 mostra a arquitetura de rede, onde se vê o CLP central, conectado aos inversores de frequência e a rede DeviceNet conectando os módulos de I/O instalados no campo, perto dos tanques.

Além da distribuição e conexão da rede, os elementos finais de controle também foram monitorados e controlados, com monitores de válvulas diretamente conectados na rede Devicenet, facilitando a configuração e obtendo o máximo de informações possíveis das válvulas e de todo o intertravamento e controle da planta.


Figura 3. Topologia de rede utilizando monitores de válvula Sense M32 em DeviceNet
Os monitores de válvula utilizados possuem um derivador de rede interno, facilitando a conexão em campo.

Segue abaixo arquitetura de rede e algumas fotos da instalação:

Foto 1 – Painel com Módulos de I/O Ex
Foto 2 – Tanque com monitor de válvula 


Foto 3 – Detalhe instalação Monitor de Válvula

Com os equipamentos utilizados (Módulo de I/O para Rede Device Net e Sistema de Monitoração de Válvula) juntamente com a arquitetura proposta, foi gerado uma redução do tempo de instalação e partida da planta, obtendo ainda todos os diagnósticos e facilidades das redes industriais, no caso o DeviceNet.

Assim, com esse sistema conseguimos aliar a eficiência das redes de controle digitais e facilitar a instalação de equipamentos em áreas classificadas.

Clique aqui para conhecer os equipamentos SENSE da linha PA utilizados na instalação.

Autor: Adriano Teixeira - Supervisor de Vendas - PA



Nenhum comentário:

Postar um comentário