quinta-feira, 31 de julho de 2014

Seminário realizado pela Associação PROFIBUS

A PI Brasil (Associação Profibus/Profinet ) realizará no próximo dia 14 de agosto, em Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, o Seminário Tecnológico Profibus – Profinet – Asinterface.

O objetivo é divulgar a tecnologia Profibus e Profinet. O seminário conta com palestrantes de diversas empresas fornecedoras desse tipo de tecnologia sob aspectos dos princípios do protocolo, características na instalação de protocolo digital dentro de ambiente industrial e vantagens na utilização, comparando com sistemas convencionais.

O evento ainda vai dar a oportunidade para os associados divulgarem suas marcas. Ele faz parte de um projeto da PI Brasil junto com o Inatel para viabilizar a implantação de um centro de competência dentro da instituição.  
A organização espera a presença e participação de diversos profissionais da região. Será uma tarde com muita troca de conhecimentos.

Mais informações aqui

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Seccionador de Rede Spur Zero - Promovendo a manutenção de equipamentos a quente, inclusive em áreas Ex.

Atualmente, quando se fala em automação de processos e ampliação de sistemas de redes existentes a primeira opção que é destacada seria a utilização de redes industriais, onde é possível em um mesmo barramento realizar a comunicação de diversos dispositivos e principalmente, a disponibilidade de diagnósticos. Tudo isso promove um aumento significativo de segurança para a planta e indivíduos que trabalham nessas áreas.

Nessa guerra de protocolos podemos mencionar o Modbus-485, o Fieldbus foundation, AS-Interface, mas o destaque vai para o Profibus-DP, conhecido pela sua robustez e flexibilidade de projeto, oferecendo para o projetista deste tipo de sistema um “leque” de opções e configurações. Além disso, sua capacidade física é um dos principais atrativos devido à quantidade de ativos bem como a capacidade para instalações com grandes distâncias.

A conexão de equipamentos no barramento DP conhecida tecnicamente como topologia, pode ser feita de 02 maneiras: Line e Line/Stubs. No entanto, neste protocolo, existe uma limitação quanto à utilização de “Stubs”. Quando for necessário o comprimento máximo é de 30 cm e deve ser obedecida a capacitância total em função da velocidade.


Com o objetivo de minimizar essa limitação, a Sense desenvolveu um dispositivo que permite que sejam interligados a ele outros dispositivos, sejam eles atuadores elétricos, monitores de válvulas, módulos de I/O’s, sem que seja computada essa interligação como derivação (Spurs) mas sim, como uma extensão do cabo tronco.

Um dos grandes destaques deste produto que através da chave ON/OFF é possível desligar (Seccionado) de forma segura somente o elemento final, e sem provocar nenhum tipo de anomalia na  rede  ou  em  outros  equipamentos  adjacentes.  Essa característica elimina a necessidade de desligamento de toda a rede na condição de manutenção do equipamento ligado ao “Derivador Spur Zero”, mesmo estando instalado em Área Classificada. 
Confira as características do "Derivador Spur Zero" aqui.

Autor: Caue Monteiro - Vendedor Técnico P.A.

  

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Nova parceria entre SENSE – INATEL promete ser mais um sucesso!

Mais uma parceria Sense – Inatel que promete trazer excelentes resultados.

O coordenador do curso de Tecnologia em Automação Industrial, Alexandre Baratella, juntamente com Gilmar Ribeiro, da área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Sense, fizerem recentemente uma viagem à China com o foco de aprimorarem os seus conhecimentos relacionados ao Protocolo de Comunicação Hart, através de um curso de capacitação específica realizado por uma empresa que detém o conhecimento neste assunto.

Com o objetivo principal de se ter o total domínio tecnológico, essa capacitação deverá contribuir com os novos Projetos de PD&I Sense, que vai abranger o desenvolvimento de uma linha de Posicionadores de Válvulas, Sensores de Temperatura e Sensores de Pressão.

Para que o Inatel possa estar apto a atender às futuras demandas de ensaios conforme for necessário à validação de produtos Hart, uma estrutura laboratorial complementar ao Laboratório de Radiointerferência está sendo criada nas dependências da Instituição. O laboratório recebeu algumas doações de equipamentos, incluindo o Protocolo Hart que foi adquirido durante a capacitação na China, mas sua estrutura ainda não está totalmente completa.

Apesar disso, desde o início de 2014, quando algumas atividades já se iniciaram, ele se tornou fundamental para a formação técnica de alunos de automação dos cursos de engenharia, tecnologia e pós-graduação. Para dar todo o suporte e auxílio necessário ao Projeto, recentemente a Sense contratou dois estagiários do Curso de Automação Industrial do Inatel e pretende contratar mais um ainda em este ano.

O projeto é de longo prazo, aproximadamente 05 anos, mas as expectativas de ambos são positivas. Tanto a Sense quanto o Inatel acreditam que esse projeto renderá bons frutos.